Notícias




Image

Qual a melhor postura uma pessoa DESEMPREGADA deve adoptar?

  • 2018-11-12

Desempregado! E agora? 
Qual a melhor postura uma pessoa DESEMPREGADA deve adoptar? 

Será que ficar desesperado é a melhor saída?

Desde quando ficar isolado vai fazer com que o emprego bata à sua porta?

De forma a ajudar os profissionais que estão sem emprego, o Empregos.cv destacou alguns pontos importantes:

1 – Nunca perca a autoestima
Temos que levantar a cabeça e pensar que estamos a viver apenas mais um fase difícil e continuar.

O desemprego deve ser visto também como uma oportunidade, sim uma oportunidade para investir em si mesmo. Uma pessoa desempregada deve trabalhar para si e em si mesma.

Esta fase do desemprego, se for bem aproveitada, poderá abrir novas oportunidades de emprego ainda melhores.
 
2 – Onde está e como está o seu currículo?
Muitos profissionais esquecem-se de atualizar o currículo e muitos não sabem nem se tem um.

O currículo é o seu melhor companheiro nesta fase do desemprego, acredite.

Devemos atualizar o currículo periodicamente.

Quanto mais atualizado estiver, maiores são as chances quando uma oportunidade de emprego surgir.

Agora, se não tens um currículo ou não sabes como fazer para atualizá-lo, podes contatar o Empregos.CV e solicitar uma ajuda especializada.

O Empregos.cv oferece toda a orientação a nível da análise e elaboração  do currículo de acordo com as exigências do mercado.

3 – Qual é o seu objectivo?

Não faz sentido procurar um emprego sem saber em que área quer atuar ou que atividades quer desempenhar.

É extremamente importante definir bem o objetivo e identificar a área de atuação.

A partir disso, faça uma pesquisa.

Procure saber como estão as ofertas de emprego para a área pretendida.

Identifique quais são as exigências para a área e se estas qualificado para concorrer ao emprego.

Quando se tem essas informações, fica mais fácil saber onde procurar a oportunidade e como conseguí-la.

4 – Use o tempo e invista em si

É nessa fase do desemprego que devemos investir em conhecimentos e capacitar-nos para o mercado.

Aproveitar o tempo disponível para conhecer mais sobre a área de atuação.

Hoje em dia basta fazer uma pesquisa na internet e encontramos o que precisamos.

É importante saber exatamente o que o mercado procura, quais as competências técnicas e comportamentais são desejados.
 
5 – E sua rede de contato, está ativa?
Muitas pessoas só buscam sua rede de contato quando precisam, sendo um acto recorrente quando se está desempregado.

A rede de contato deve ser cuidada constantemente, caso contrário, em algum momento pode falhar. 

Fale com os seus amigos, parentes ou colegas do emprego anterior, sobre sua situação atual.

Mostre o seu interesse em se recolocar e que gostaria de contar com ajuda deles.

Faça parte de grupos, participe em palestras e fóruns voltados para a área que escolheu.

Desta forma poderás ficar atualizado e saber sobre as oportunidades.

6 – Não tenha vergonha em procurar ajuda profissional
 

Procurar ajuda, em um momento como esse, pode ser uma excelente saída, aliás uma forma bem inteligente de alcançar o que deseja.

Encarar o desemprego como um desafio, uma oportunidade para o crescimento pessoal e profissional. Adoptar esta postura pode ser a melhor saída.